Condições de participação

1. Objetivos

A Fundação Ageas, em parceria com o Impact Hub Lisbon, criou uma versão online da Escola de Impacto – Programa de Empreendedorismo e Inovação Social para dar resposta ao desemprego resultante da crise pandémica de 2020.

A Relança-te – Escola de Impacto Online é uma escola prática que tem como propósito reduzir o risco de exclusão dos novos desempregados e impedir que se tornem desempregados de longa duração. Pretende tornar estas pessoas catalisadoras de mudança em projetos de impacto com sucesso, que podem multiplicar a sua influência e serem relançados no mercado de trabalho.

  • A Relança-te – Escola de Impacto Online está desenhada para promover sucesso em projetos com objetivos de impacto triple bottom line (social, ambiental e financeiro).
  • Baseia-se numa cultura colaborativa, com desafios, apoio e inspiração. Fá-lo criando uma comunidade com alumni, promovendo a cooperação e entreajuda e também o networking, através de uma rede de parceiros. Assim, pretende:
  • Diminuir o desemprego através da criação de projetos preparados para resistir a novas crises num mundo em constante mudança;
  • Promover o emprego através do aumento da capacitação e resiliência;
  • Aumentar o empreendedorismo de impacto, melhorando o acesso à informação e a redes de apoio e criando uma comunidade com objetivos comuns;
  • Aumentar a consciencialização, tamanho, influência, sustentabilidade e responsabilidade das empresas, garantindo o seu alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

2. Abordagem

A Relança-te – Escola de Impacto Online é desenvolvida em português e com foco na situação do país, pelo que, para participar é necessário ser fluente na língua, residir em Portugal e, também, que o mercado ao qual os projetos/ideias se destinem seja o português.

A Relança-te – Escola de Impacto Online tem uma abordagem baseada nos princípios definidos abaixo:

  • Empreendedorismo bootstrap, ou seja, tanto quanto possível usando recursos próprios, com gastos conservadores e recorrendo a vendas aos primeiros clientes;
  • Consciência e desafios com impacto (igualdade de género, alterações climáticas, problemas sociais, etc), procurando o empreendedorismo sustentável e responsável, bem como uma contribuição para a resolução dos ODS;
  • Confiança e assertividade, promoção de uma comunicação não violenta;
  • Disponibilidade para networking, isto é, para contactar e desenvolver redes de apoio (técnicas e pessoais).

3. Destinatários

A Relança-te – Escola de Impacto Online destina-se a pessoas com mais de 25 anos que foram diretamente atingidas pela pandemia COVID 19, tendo após 1 de março de 2020 ficado numa situação de desemprego, de lay-off ou com uma significativa redução do seu rendimento (e.g., freelancing, subemprego).

Sendo um programa de aceleração que será desenvolvido em formato digital e, portanto, à distância, os participantes poderão ser residentes de qualquer zona do país.

Motivações Centrais:

  • Ter iniciado um projeto de empreendedorismo sustentável/de impacto e procura ajuda específica para escalar e desenvolver o mesmo;
  • Gostaria de empreender, contudo ainda se encontra numa fase de definição de ideia de um projeto de empreendedorismo sustentável/de impacto.

Requisitos

  • Escolaridade mínima (9.º ano completo);
  • Experiência profissional mínima de 2 anos;
  • Conhecimento informático do ponto de vista do utilizador;
  • Utilização na ótica do utilizador de ferramentas online de videoconferência (i.e., Zoom, MS Teams, …) bem como ferramentas de partilha documentos em cloud (i.e. MS Teams, Google Docs, One Drive, …);
  • Disponibilidade total para participar no programa de aceleração e desenvolvimento, com elevado nível de compromisso;
  • Equipamento informático individual e acesso à internet (i.e., tablet ou pc/portátil).

4. Candidaturas e comunicação

Para se candidatar ao programa, verifique se satisfaz os requisitos, fazendo parte dos destinatários (capítulo 3), se tem a disponibilidade e determinação para cumprir as obrigações dos participantes (capítulo 7) e se tem disponibilidade financeira para se sustentar de forma a levar o programa até ao final.

Para realizar a candidatura terá de submeter o formulário disponível no website, no prazo definido para as candidaturas. Uma vez submetida a inscrição, não é possível introduzir alterações. Do mesmo modo, serão excluídas todas as candidaturas que sejam apresentadas por outros meios.

Após o período de candidaturas, em data posterior a informar, todos os candidatos receberão informação sobre a aceitação ou não da sua inscrição. No caso de ser elegível, o candidato receberá, via e-mail, mais detalhes sobre o programa e, eventualmente, poderão ser-lhe pedidos esclarecimentos adicionais ou o agendamento de uma entrevista online ou pelo telefone.

Todos os candidatos selecionados para o Bootcamp serão informados, também, via e-mail.

5. Fases

*calendarização sujeita a alterações, versão atualizada no website www.escoladeimpacto.pt

Candidaturas e Seleção

Prazo das candidaturas: até dia 25 de abril de 2021, às 18:00.

Candidaturas: preenchimento do formulário de candidatura com o máximo de informação pessoal e sobre o projeto.

Comunicação: A organização reserva-se no direito de solicitar quaisquer informações complementares e outra documentação para validação das informações constantes no formulário enviado eletronicamente. O candidato necessitará de manter a comunicação com a organização durante este período, com disponibilidade para eventuais pedidos de preenchimento de informações em falta ou pouco esclarecedoras, assim como para possíveis entrevistas, podendo ser contatado por e-mail e/ou telefone.

Bootcamp

Duração: 3 dias a tempo inteiro – 17 e 20-21 de maio.
Horário: das 9:30 às 17:30, com curtos intervalos e interrupção para almoço.

Benefícios para todos os participantes no Bootcamp:

  • Talks inspiracionais;
  • Recursos sobre empreendedorismo, emprego e definição de objetivos;
  • Networking e acesso futuro à comunidade online*;
  • Online membership do Impact Hub por 3 meses;
  • Formação e exercícios sobre desenvolvimento pessoal e empreendedorismo;
  • Feedback dos formadores sobre a apresentação final.

*Ainda que possam não seguir para a próxima fase do programa, todos os participantes poderão aceder à comunidade online. Serão partilhados recursos e desafios para que possam continuar a trabalhar no desenvolvimento do seu projeto/ideia e, eventualmente, poderão candidatar-se e aumentar as hipóteses de entrada em aceleração numa próxima edição da Relança-te – Escola de Impacto Online.

Participantes: entre 50 a 60 pessoas.

Comunicação: Plataformas de comunicação com a webcam sempre disponível (i.e., Zoom, MS Teams, …) bem como ferramentas de partilha de documentos em cloud (i.e. MS Teams, Google Docs, One Drive, …). Numa fase posterior, em data a anunciar, serão informados os participantes que passam à próxima fase, por e-mail.

Aceleração

Duração: 2 dias por semana de formação e restante tempo a trabalhar sobre o projeto (exercícios/desafios e mentoria), durante 4 meses – será disponibilidade aos candidatos selecionados o calendário das sessões.
Horário: das 9:30 às 17:30, com curtos intervalos e interrupção para almoço.

Participantes: 20 pessoas.

Benefícios de todos os candidatos acelerados:

  • 108 horas de aceleração;
  • Mentoria pessoal;
  • Mentoria ao projeto;
  • Consultoria e feedback a apresentações;
  • Acesso a recursos sobre empreendedorismo;
  • Networking e desenvolvimento de uma rede de apoio e contatos.

Demoday: evento online (live para as páginas de Facebook da Fundação Ageas e Impact Hub Lisbon) com apresentação de todos os projetos a um júri e seleção dos 10 finalistas que seguem para a incubação.

Seleção para Incubação: serão selecionadas 10 pessoas para a fase seguinte, de incubação dos seus projetos e mentoria. A avaliação final é baseada numa nota de participação e evolução durante a aceleração, dada pelos formadores, e uma nota de apresentação/pitch, dada pelo júri do demoday.

Incubação

Duração: 3 meses, em horário e frequência a combinar*.

Participantes: 10 pessoas.

Benefícios dos finalistas:

  • Incubação física no Impact Hub Lisbon;
  • Apoio na procura de financiamento dos projetos;
  • Acesso a cobertura mediática;
  • Mentoria continuada*:
    • 2 horas de mentoria quinzenal com o formador principal;
    • Programa de mentoria “paying it forward” (pessoas já aceleradas serão mentoras de outros projetos);
  • Bolsa Fundação Ageas: cada um dos 10 candidatos finalistas, sob compromisso de honra, receberá um apoio pecuniário de participação no valor total de 1500€, repartida em montantes iguais, durante os 3 meses da fase de incubação.
  • Comunidade Online: o caminho do empreendedorismo é muito desafiante e consegue ser solitário, é essencial mantermos a comunicação, partilharmos informação, celebrarmos as vitórias e apoiarmo-nos durante os desafios.
    • Benefícios adquiridos com a aquisição de recursos de aprendizagem, rede de contactos, informações sobre possíveis clientes e/ou financiamentos, etc.

6. Critérios de avaliação dos candidatos

Seleção de Candidaturas

Critérios de elegibilidade: idade mínima 25 anos, residência em Portugal, mínimo 9.º ano de escolaridade, tendo ficado numa situação de vulnerabilidade económico-social a partir de 1 de março de 2020, experiência profissional prévia mínima de 2 anos. Sendo fator de preferência a apresentação de ideia/projeto para desenvolver no programa de aceleração.

Após a validação dos critérios de elegibilidade as candidaturas serão avaliadas de acordo com o perfil de competências, motivação e experiência evidenciados.

De forma a apoiar esta avaliação iremos aplicar uma pré-seleção (i.e., amostra que já cumpre os critérios de elegibilidade):

  • Avaliação inicial do perfil, situação atual e motivações do candidato;
  • Avaliação do projeto/ideia a desenvolver;
  • Decisão final tomada conjuntamente pelas entidades responsáveis pelo programa (Fundação Ageas e Impact Hub).

Seleção em Bootcamp para Aceleração

Critérios de avaliação:

  • Nível de envolvimento e participação no Bootcamp e avaliação das dinâmicas in loco. Ponderação: 10%
  • Capacidade de trabalho e entrega de deliverables das sessões de Bootcamp. Ponderação: 25%
  • Probabilidade de sucesso, qualidade da ideia e alinhamento com empreendedorismo de impacto. Ponderação: 35%
  • Qualidade do pitch e capacidade de assimilar crítica ao projeto em bootcamp (além das equipas de gestão de projeto, com mais 2 consultores do Impact Hub Lisbon, posicionados para avaliação). Ponderação: 30%

Seleção em Aceleração para Incubação

Na fase de Aceleração do Programa a avaliação final será resultado de:

1. Avaliação contínua: 70%
2. Avaliação em Demoday: 30%

1. Avaliação contínua:

  • Realizada pela equipa de gestão de ambas entidades responsáveis pelo programa + pelos formadores;
  • Critérios:
    • Ponderação sobre a equipa de projeto (capacidade de trabalho e resiliência) = 50%
    • Avaliação da qualidade do projeto (Grau de adequação ao contexto COVID e a futuras crises, alinhamento com empreendedorismo de impacto, avaliação da qualidade da ideia e da probabilidade de o projeto ser colocado em prática e ter sucesso a 12 meses) = 50%

2. Avaliação em Demoday:

  • Pitch seguido de momento para questões;
  • Tanto a avaliação, como as perguntas serão realizadas pelo júri – a ser escolhido conjuntamente pelo Impact Hub e pela Fundação Ageas.

7. Obrigações dos candidatos

Após seleção dos candidatos, ser-lhes-á enviado um Código de Conduta, nomeando as suas obrigações enquanto participante e espelhando esta secção. O não cumprimento destes pressupostos impede a passagem à fase seguinte e pode levar à exclusão do candidato no programa:

  • O candidato deve ter webcam a funcionar e ligada, e participar nas interações durante todas as sessões do programa;
  • O candidato em nome do qual a inscrição foi feita deve ser aquele que estará presente durante o programa: bootcamp, aceleração e incubação. A seleção é pessoal e intransmissível;
  • Os candidatos têm a obrigação de assegurar uma participação assídua no Programa:
    • É obrigatória a frequência no bootcamp online, o dia inteiro, durante os três dias;
    • Na fase de Aceleração é obrigatória a frequência nas sessões de capacitação para potenciar o modelo de negócio e a sustentabilidade dos projetos. O não comparecimento compromete a passagem à fase de Incubação e pode implicar a exclusão do programa;
    • Sempre que não seja possível estar presente na sessão online, o candidato deve informar a organização do programa com a maior brevidade possível;
  • Os candidatos comprometem-se a entregar os exercícios e fazer as apresentações exigidas pelo programa;
  • Os candidatos comprometem-se a comunicar com a organização e responder aos questionários de avaliação do programa, mesmo depois de terminado, com fins de medição de impacto;
  • Os candidatos ficam obrigados a referir o apoio da Fundação Ageas e do Impact Hub no âmbito do programa Relança-te – Escola de Impacto Online;
  • Os candidatos devem respeitar o plano de comunicação, abstendo-se, durante a vigência do programa, de estabelecer ou desenvolver quaisquer contactos com a comunicação social relativamente a este programa, sem prévio consentimento do Impact Hub e da Fundação Ageas;
  • Os candidatos devem colaborar com a Fundação Ageas e o Impact Hub na divulgação do programa, disponibilizando-se, sempre que para tal for solicitado, a prestar depoimentos e fornecer informação sobre o projeto apoiado para efeitos de produção de materiais de divulgação.

8. Propriedade intelectual e industrial

Os direitos de propriedade intelectual e industrial das ideias e/ou projetos dos candidatos pertencem aos mesmos. Os candidatos concedem à organização da Relança-te – Escola de Impacto Online a permissão para utilizar informação não confidencial na sua atividade de promoção e divulgação.

A organização não pode ser responsabilizada por qualquer violação de propriedade intelectual e industrial, uso indevido ou plágio por outro candidato ou por entidades externas à organização.

9. Confidencialidade

As partes comprometem-se a manter sigilo sobre o conteúdo de todas as informações a que têm acesso durante a sua participação neste programa de aceleração. Designadamente sobre dados suscetíveis de afetar direitos de propriedade intelectual e/ou imagem, mesmo após o término do mesmo, exceto na medida do estritamente necessário para a execução da iniciativa, promoção e divulgação.

10. Disposições Finais

As avaliações realizadas nas diferentes fases têm carácter vinculativo, não havendo lugar a recurso das decisões tomadas.

A organização não pode ser considerada responsável pela anulação, adiamento ou alteração do programa em virtude de circunstâncias imprevistas ou casos de força maior que lhe não sejam imputáveis.

As situações omissas nas presentes condições de participação serão devidamente analisadas e definidas pelas entidades organizadoras do programa: Fundação Ageas e Impact Hub Lisbon.

A organização reserva-se no direito de, a qualquer momento, alterar as presentes condições de participação, devendo para tal publicar uma versão revista no website do programa e informar os participantes.

A participação no programa implica, por parte dos candidatos, a plena aceitação das presentes condições de participação e a renúncia a reclamações ou recursos, judiciais ou de outra natureza, relativamente a quaisquer decisões das entidades organizadoras.

Contactos

Para mais informações, por favor envia um e-mail para relanca.te@impacthub.net